Conselho do Barra-Previ realiza reunião para tratar do ADINVEST

por Assessoria — publicado 25/06/2018 14h17, última modificação 25/06/2018 14h17
O Conselho do Barra-Previ se reuniu no dia (25/5) com a BRPP GESTÃO para tratar do fundo problemático ADINVEST. Participaram da reunião os membros dos Conselhos Curador e Fiscal do Barra-Previ, os vereadores, os sindicatos SINTESBRE e SINTEP, a atual Gestora do Barra-Previ e a empresa que presta serviço de assessoria técnica ao Barra-Previ.
A BRPP GESTÃO é a atual empresa Gestora do fundo ilíquido Top Fundo de Investimento Renda Fixa (antigo ADINVEST) que está tentando fazer a recuperação dos créditos. A sócia do grupo, Mariana Paim, veio exclusivamente da cidade do Rio de Janeiro/RJ para esta reunião extraordinária, a convite dos Conselhos Curador e Fiscal do Barra-Previ, para explanar a situação do fundo.

O investimento de 6 milhões de reais no fundo "exótico" ADINVEST, em 2012, foi autorizado pelo prefeito e pela secretaria de finanças da época, sem a autorização do gestor, o então secretário de administração, e os conselheiros do Barra-Previ só ficaram sabendo meses depois do ocorrido. 

O Ministério Público abriu uma investigação do caso depois da denúncia feita pelos conselheiros da época. O atual Conselho vem tomando providências para que isso não ocorra mais e para que esse montante retorne aos cofres do Barra-Previ.