Empresa reinicia obras do anel viário em Barra do Garças

por Secom-BG — publicado 25/05/2016 20h07, última modificação 25/05/2016 20h07
A empresa Sanches Tripoloni reiniciou há cerca de dez dias as obras de construção do contorno viário de Barra do Garças, ainda com uma equipe pequena a retomada foi na margem esquerda do Rio Garças (Barra do Garças) completando as cabeceiras iniciadas antes da paralisação. Foram contratadas nesta etapa 26 pessoas na remontagem do canteiro de Obras, nos próximos dias deve recomeçar também no Rio Araguaia.

A empresa Sanches Tripoloni reiniciou há cerca de dez dias as obras de construção do contorno viário de Barra do Garças, ainda com uma equipe pequena a retomada foi na margem esquerda do Rio Garças (Barra do Garças) completando as cabeceiras iniciadas antes da paralisação. Foram contratadas nesta etapa 26 pessoas na remontagem do canteiro de Obras, nos próximos dias deve recomeçar também no Rio Araguaia.

Obra considerada fundamental para desafogar o trânsito e alavancar o desenvolvimento de Barra do Garças, Pontal do Araguaia e Aragarças, a construção do anel viário é cercada de polêmica por ter se arrastado há mais de vinte anos. A partir de 2013 começou de fato a sair do papel com a construção das duas pontes, mas acabou paralisada por falta de recursos do Governo Federal, a prefeitura continua fazendo o papel que lhe cabe, que é cobrar dos Senadores e Deputados a busca de recursos para a continuidade das obras.

No segundo semestre de 2015 os senadores Wellington Fagundes e Blairo Maggi conseguiram junto ao Ministério dos transportes a liberação de R$ 7 milhões para a conclusão das obras de fundação das pontes. Na execução da primeira etapa o DNIT investiu R$ 21 milhões dos R$ 77 milhões previstos para a conclusão total do projeto.