Parlamentar apresenta indicações para região Araguaia

por Adriane Pereira Rangel Giraldelli / Gabinete do deputado Adalto de Freitas — publicado 02/03/2018 17h50, última modificação 02/03/2018 17h50
Adalto de Freitas encaminhou indicações para os municípios de Luciara, Barra do Garças, Araguaiana, Torixoréu, Pontal do Araguaia, General Carneiro e Ribeirãozinho

O deputado Adalto de Freitas (SD) apresentou diversas indicações no plenário da Assembleia Legislativa nesta quarta feira (28).  A primeira indicação ele propõe a reforma do prédio que abriga o núcleo da Polícia Militar no município de Luciara.  Conforme justificativa, o prédio tem mais de 60 anos e, devido ao risco de desabamento, precisa de reparo emergencial. 

O parlamentar indicou à Secretario de Estado de Cidades, com cópia à Fundação Nacional de Saúde (Funasa),  apoio  aos municípios de Araguaiana, Torixoréu, Pontal do Araguaia, General Carneiro e Ribeirãozinho para elaboração e implantação do Plano Municipal de Saneamento Básico.

Adalto de Freitas também apontou a necessidade de se disponibilizar totens digitais de autoatendimento para serviços do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) de Barra do Garças. O deputado explicou que o autoatendimento possibilita o acesso de até 18 serviços do órgão, entre eles a solicitação de documentação, consulta de multas e certidões. As máquinas, distribuídas pelo governo do estado, são instaladas em pontos específicos como shoppings, departamentos públicos, aeroportos, rodoviárias e supermercados, ou seja, em locais estratégicos onde a circulação de pessoas é maior.

Outra indicação foi encaminhada  à Secretario de Estado de Saúde para melhoramento do processo de monitoramento e avaliação das ações nas áreas de Atenção Básica de Saúde, Assistência Farmacêutica e Regulação Assistencial, no âmbito do SUS em Mato Grosso.

 “É certo que, ainda que haja aumento dos recursos a serem dispensados à saúde pública, se não houver um planejamento com base nas reais necessidades do setor, como identificação das causas que comprometem a eficaz prestação dos serviços e o estabelecimento de metas e ações a serem implementadas, os recursos continuaram sendo insuficientes”, frisou Adalto de Freitas.