Prefeito e vereadores de Barra recebem apoio de deputados contra perseguição de promotor

por Secom/BG — publicado 16/12/2015 16h21, última modificação 16/12/2015 16h21
O prefeito Roberto Farias esteve na manhã desta quarta-feira (16/12) no Gabinete da Presidência da Assembleia Legislativa onde recebeu o apoio de vários Deputados em relação aos exageros do promotor Marcos Brant em Barra do Garças. No encontro Beto citou o clima que a cidade está vivendo com ameaças e ações constantes contra moto-taxistas, açougueiros, comerciantes e produtores que estão sendo prejudicados sem poder fabricar e vender produtos como queijo, frango caipira, leite e outros, afetando inclusive a feira livre Municipal.

O prefeito Roberto Farias esteve na manhã desta quarta-feira (16/12) no Gabinete da Presidência da Assembleia Legislativa onde recebeu o apoio de vários Deputados em relação aos exageros do promotor Marcos Brant em Barra do Garças. No encontro Beto citou o clima que a cidade está vivendo com ameaças e ações constantes contra moto-taxistas, açougueiros, comerciantes e produtores que estão sendo prejudicados sem poder fabricar e vender produtos como queijo, frango caipira, leite e outros, afetando inclusive a feira livre Municipal.

Na Assembleia o Prefeito recebeu o apoio de todos os Deputados presentes que sub escreveram um abaixo assinado feito por moradores e representantes de entidades e associações com mais de 3 mil assinaturas pedindo providência imediata diante do momento que se encontra o Município.

“As medidas arbitrárias e que se transformaram de natureza pessoal para afetar a mim e os vereadores está afetando a economia do Município, produtores não conseguem vender sua produção, afetando todas as classe e inviabilizando investimentos, nesta semana perdemos uma grande empresa que viria de Minas Gerais pois não podemos oferecer como incentivo sequer a doação de área, são vários empregos que deixam de ser gerados”, disse.

Beto Farias lembrou ainda citou ainda as ações, mais de 54 contra o Executivo e os representantes do Legislativo, “o clima é de insegurança, incerteza, estamos numa crise que afeta todo o país e aqui o promotor busca travar ainda mais qualquer saída para amenizar o sofrimento do povo, é uma questão pessoal por parte dele que está afetando toda a população, esta última operação é um exemplo, era uma coisa no dia que foi desencadeada, agora é outra, depois não dá em nada mas ele atingiu seu objetivo que é denegrir a imagem dos poderes constituídos do Município, fiquei calado até agora porque acredito na justiça e entendo como fundamental a atuação do Ministério Público, mas o ego do Marcos Brant ficou maior até que a instituição que ele representa, por isso estamos pedindo providências porque ele perdeu e legitimidade para continuar fazendo esse estardalhaço e pirotecnia que só prejudica Barra do Garças, com o resultado destas ações acionaremos o promotor por danos morais”, concluiu.

O presidente da Câmara Municipal Miguelão e os vereadores Dr. Neto, Welinton Mandioquinha, Celson Souza, Aílton Birosca e Valdeir Pebinha também cobraram o apoio dos Deputados, “Eles entenderam o abuso que está ocorrendo em nossa cidade e hoje são necessárias atitudes rápidas, porque o Município está parado devido essa perseguição pessoal do promotor, estamos em nome da Câmara cobrando ações porque do jeito que tá vamos entregar a chave da câmara e da Prefeitura pra ele”, frisou Miguel Moreira, que afirmou ainda e que na hora certa os vereadores acionarão o promotor marcos Brant por danos morais, “tomaremos as providências necessárias pois merecemos respeito, e ele tem atingido a todos, com acusações levianas”, finalizou.

Assinaram o documento em apoio os Deputados estaduais Guilherme Maluf, Wílson Santos, Max Russi, Wagner Ramos, Silvano Amaral, Zé Domingos, Botelho, Pedro Satélite, Romualdo Júnior e Oscar Bezerra. Os Deputados citaram ainda que este não é o primeiro Município onde são registrados abusos como o que está ocorrendo em Barra do Garças, situação semelhante ocorreu em Sorriso, Pedra Preta e Itiquira. Na quinta-feira o Prefeito Beto e os vereadores serão recebidos pelo procurador de Justiça Paulo prado e procurarão o Tribunal de Justiça para que acompanhe essas denúncias.