Revista UltraMag : Venha conhecer e se superar em Barra do Garças

por Revista UltraMag - Esporte, saúde, turismo & lifestyle do Mato! Maio de 2017 - Ano 3 - N. 12 — publicado 18/07/2017 15h29, última modificação 18/07/2017 15h29
Misticismo, cachoeiras, trilhas, rios, cavernas e serras definem os atrativos naturais, esportivos e turísticos de Barra do Garças

A capital da região do Araguaia irá receber em 6 de agosto, domingo, um evento do UlTRAMACHO. Neste dia serão realizadas as provas de Trail Run 12k, Multiesportiva SPORT e ULTRABIKE. Nas próximas páginas descubra porque este é cenário perfeito para uma grande aventura.

PRIMÓRDIOS DO MUNICÍPIO

As primeiras movimentações de não índios na região se deram por conta das lendárias Minas dos Martírios, no século XVII. Neste período o imenso quadrilátero barra-garcense era habitado de cima abaixo por povos indígenas das nações bororo e xavante. A região teve efetivo início com a navegação do rio Araguaia, ao tempo da guerra do Paraguaia, quando o presidente da Província, Couto Magalhães, viu a necessidade de ligação entre as bacias hidrográficas do Prata e Tocantins, unindo o sul ao norte, pelo centro. Iniciou-se então a navegação do rio Araguaia. Depois da guerra veio o período de exploração de garimpo e a população local foi se formando com pessoas vindo de todos os cantos.

A CIDADE

A cidade encontra-se numa posição geográfica muito interessante, cercada de paredões e à beira do Rio Garças. Dentro da cidade o Parque das Águas Quentes é uma diversão à parte. Estruturado com piscinas de águas termais naturais em meio a um bosque nativo, com Rio da Preguiça, toboáguas, escorregador com boias, bar molhado, restaurante e lanchonete, oferecendo momentos de prazer aos visitantes. No entorno da cidade, a poucos quilômetros é possível realizar diversas atividades esportivas e de ecoturismo.

Os rios Garças e Araguaia oferecem possibilidades diversas como pesca esportiva, trilhas aquáticas para observação de fauna e flora, esportes náuticos e, de maio a outubro, surgem belíssimas praias para o deleite dos visitantes. No mês de julho, acontece a Temporada de Praias, com show, atividade de lazer e esportes com toda a infraestrutura na praia do Bosque.

PARQUE ESTADUAL DA SERRA AZUL

Localizado a 3 km do centro de Barra do Garças, o Parque Estadual da Serra Azul oferece inúmeras possibilidades turísticas. Foi criado em 1994, com área de 11 mil hectares, Sua fauna e flora exuberantes convivem com harmonia com cachoeiras, fendas, sítios paleontológicos e arqueológicos, trilhas belíssimas e bosques nativos.

O parque possui trilhas que conduzem a belíssimas cachoeiras e curiosidades, como o Discoporto, o Mirante do Cristo ou a Caverna dos Pezinhos. Esta última possui inscrições rupestres muito interessantes.

Do mirante do Cristo (acesso por estrada asfaltada, com um pequeno trecho de terra ou através de uma escadaria com 1.476 degraus), se descortinam as três cidades irmãs e o encontro dos rios Garças e Araguaia, cujas águas não se misturam.

O complexo de cachoeiras do Parque pode ser visitado através de uma trilha de fácil acesso, num passeio de meio dia. Os adeptos de aventura utilizam as cachoeiras para a pratica de rapel. As cachoeiras mais conhecida são as da Usina e do Pé da Serra.

SERRA DO RONCADOR

A Serra do Roncador começa em Barra do Garças, a 60 km da cidade, e termina na Serra do Cachimbo, no Pará, e tem sua história marcada por aventuras, lendas e mistérios como o desaparecimento do Coronel Fawcett, britânico que durante anos buscou o caminho para a civilização Atlante e nunca mais retornou, fato que até hoje atrai expedições do mundo inteiro.

Aos amantes do ecoturismo ou da aventura, o Roncador é cheio de surpresas. Apesar do aspecto de aridez de suas formações rochosas, a região possui um dos maiores mananciais de cachoeiras, a maiores mananciais de cachoeiras, a maioria de fácil acesso através de trilhas, com características marcantes: cachoeiras com escorrega natural em pedra, grutas atrás de cortinas d`água, quentes, mornas ou frias, com piscinas naturais ou poços profundos, com praias de areia clara, em degraus, enfim, cachoeiras para todos os gostos.

A Serra do Roncador também é pródiga em trilhas, grutas e cavernas, algumas inexploradas, o que aguça a curiosidade dos amantes da aventura. Cavernas com inscrições pré-históricas, câmaras de grande porte, belíssimas estalactites e estalagmites, galerias que se entrelaçam e até mesmo com lagos subterrâneos de água calcária de um azul profundo, a Gruta Azul. Poços onde é impossível afundar com águas borbulhantes ajudam a compor a diversidade de atrativos da natureza local.  

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.