Secretária Adjunta de Saúde visita Barra do Garças para tratar de UTI, UPA e Pronto Socorro

por Secom-BG — publicado 10/03/2016 17h03, última modificação 10/03/2016 17h03
O Prefeito Roberto Farias participou de uma reunião nesta quinta-feira (10/03) com a Secretária Adjunta da Saúde do estado Maria Salete e gestores da saúde da região do Vale do Araguaia. Entre os assuntos tratados o aumento no repasse dos recursos por parte do Governo do Estado, a prefeitura vem enfrentando muita dificuldade com os poucos repasses do estado e da União, com isso o Município está sendo sacrificado comprometendo mais de 30% do orçamento atendendo 33 Municípios de Mato Grosso e também de Goiás, essa situação já foi cobrada do Secretário em visita a Cuiabá e a Secretária adjunta veio a Barra do Garças para ver a situação de perto.

O Prefeito Roberto Farias participou de uma reunião nesta quinta-feira (10/03) com a Secretária Adjunta da Saúde do estado Maria Salete e gestores da saúde da região do Vale do Araguaia. Entre os assuntos tratados o aumento no repasse dos recursos por parte do Governo do Estado, a prefeitura vem enfrentando muita dificuldade com os poucos repasses do estado e da União, com isso o Município está sendo sacrificado comprometendo mais de 30% do orçamento atendendo 33 Municípios de Mato Grosso e também de Goiás, essa situação já foi cobrada do Secretário em visita a Cuiabá e a Secretária adjunta veio a Barra do Garças para ver a situação de perto.

Salete reconheceu a necessidade de regularizar e melhorar os repasses nas reuniões realizadas com gestores de saúde da região e recebeu as demandas, falou também sobre os problemas com o grande índice de casos de endemias como dengue, chikungunya e Zyka em Mato Grosso. A Secretária Adjunta permanece em Barra do Garças até sexta-feira (11) e visitará a UPA e o Pronto Socorro, onde está sendo ampliada a Unidade de Terapia Intensiva, “conseguimos um prazo maior para junto com o Município de Barra do Garças ampliar de seis para dez leitos de UTI e estamos coletando todas as informações para que p Estado através da Secretaria de Saúde para o aumento dos repasses”, frisou Maria Salete.